Nova perceção sobre a cura & O que contam as pessoas

Aprendemos que ''curar'' significa o desaparecimento de uma doença ou sintoma.

Estas frequências trazem-nos a possibilidade de ver o que nos rodeia de forma expandida. 

Trazem-nos novos significados à palavra ''cura'', uma nova forma de percecionar a nossa vida, de olhar para os outros e nós próprios. 
Com estas frequências, ''curar'' significa ''trazer de volta o equilibrio ao todo do ser. Curar é mais do que o simples desaparecimento de uma doença ou sintoma''.

O que é curada não é a enfermidade e sim a pessoa. A cura pode acontecer de uma forma diferente do esperado. Eric Pearl acredita que todos recebem uma cura: aquela que cada um precisa no momento e pode ser diferente do que se pensa que precisa.

A cura pode não ser visível, pois estará a acontecer a níveis profundos do ser. 
A Alta Inteligência do Universo sabe o que precisamos e qual a prioridade.

Às vezes parece que não acontece nada e, ao fim de uns meses a pessoa apercebe-se de alterações em si ou na sua vida. Desenvolveu um hábito que não tinha ou foi o desaparecimento de um vício. Noutros relatos que recebi, a pessoa queria muito iniciar uma atividade e não sentia impulso para o fazer e, de repente vê-se envolvido e a dar os passos necessários para essa atividade. 
Há capacidades inatas (já as tinhamos em estado adormecido) que se desenvolvem, sem que tenhamos consciência disso.

Não se trata de cura pela fé. Não é necessário acreditar em algo para que aconteça. As curas mais estrondosas verificaram-se em pessoas que diziam não acreditar em nada disto.

Uma ''cura'' pode ser apenas uma tomada de consciência sobre algo numa área da sua vida. Uma mudança de perspetiva sobre algo. 

De acordo com a minha experiência e o que tenho presenciado em inúmeras pessoas a quem efetuei sessões de Cura Reconetiva, as frequências podem libertar a pessoa de bloqueios interiores que a mantêm fechada à aprendizagem de lições. Poderão desbloquear resistências.

Observei em várias pessoas (e também aconteceu comigo), a pessoa fica disponivel (por vezes ao fim de uns meses) para fazer cursos e trabalho interior de auto-conhecimento, encontrando-se mais disponiveis para questionar das suas crenças, a maneira como olham para as coisas.
Como se as frequências tivessem aberto o caminho ''interior'' para que outros processos aconteçam dentro da pessoa. Só depois disso é que se verificam alterações nas suas vidas.
A cura pode chegar de  várias maneiras. Muitas vezes doença física desaparece.


Alguns exemplos que presenciei:

* 2 casos de cancro em fase terminal: em ambas as situações a pessoa reconciliou-se com membros da familia com quem não falava; houve a possibilidade de fazerem férias pela última vez com as pessoas de quem gostavam; ambas partiram em paz, segundo relato da familia. Tiveram tempo de tratar de assuntos pendentes.

A Cura Reconetiva não impede a morte, no entanto acredita-se que pode facilitar o processo.

* Dois casos em que não conseguiam tomar uma decisão sobre algo a fazer ou não. Uma decisão surgiu nos dias seguintes

* Jovem com Enurese Noturna, 16 anos - a Enurese desapareceu no dia seguinte;

* Uma criança 13 anos, tinha medos vários. Ao fim de uns tempos, passou a ser mais confiante, a deslocar-se sozinha para a escola (fica a 4 mns a pé de casa) e com espírito de iniciativa em várias ações - tenho vários relatos da mãe e de um professor.


* Sessões efetuadas a animais operados e com complicações : uma gata, um porquinho da Índia e uma cadela.  Os resultados nos três casos foram tão inesperados que os respetivos veterinários estavam espantados. No caso do porquinho da Índia, com a situação que tinha (um tumor), a média de animais que resiste é de 3 em 100. Este porquinho ficou curado.

O que dizem as pessoas?


''Há cerca de 7 anos passei por uma fase complicada em que sem motivo aparente comecei a ter dores constantes nas pernas, que me impediam de fazer coisas simples do dia-a-dia como ir ao supermercado sem ter de me sentar constantemente.
Após um ano de exames e mais exames médicos, onde os diagnósticos diziam que eu não tinha absolutamente nada que pudesse provocar aquelas dores, e comecei a procurar ajuda nas terapias alternativas.
Após alguns tratamentos de cura reconectiva que a minha irmã me fez, lentamente e da mesma forma que surgiram, as dores desapareceram.'', Sílvia Antunes / Lisboa
***
''Fiz a minha Reconexão com a Angela em dezembro 2016, o que mudou a minha vida. Passo pelos desafios da vida mais facilmente. Aprendo com facilidade coisas novas e gosto de estudar'', Judith Kecses / Lisboa
***
« Fiz a minha Reconexão Pessoal com a Ângela e, em primeiro lugar posso dizer que estou muito mais calma. A minha relação com o meu marido é muito melhor, ainda que antes não fosse má. Sinto-me realizada; parece que consigo tudo que quero. So que nao há melhoras na psoríase, mas o modo como lido com ela é diferente. Antes, causava stress. E agora passam dias que nem me lembro que existe. É como se não tivesse. E também vejo coisas de maneira diferente. Antes, o meu trabalho estava sempre em primeiro lugar. E agora é a familia. Recebo muito amor e dou muito amor.», Mónica - Algarve